Controle de ponto e trabalho remoto: como conciliar?

O trabalho remoto já é comum em algumas empresas. Mas e o controle de ponto? Como fazer o gerenciamento da jornada de trabalho à distância?
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O trabalho remoto já é comum em algumas empresas, podendo acontecer pelo menos uma vez na semana, por exemplo. E, para algumas profissões, já é uma realidade diária. A modalidade, muitas vezes, apresenta grande vantagem para empresas que buscam reduzir custos. 

O modelo remoto também pode ser adotado em cenários de emergências, quando é indispensável optar pelo home office. É esse o caso, por exemplo, da crise do coronavírus. Com a pandemia, a maior parte das empresas teve que se adaptar à modalidade do trabalho remoto para manter os colaboradores seguros, sem abrir mão da produtividade. 

Quando essa adaptação se faz necessária, o setor de RH pode ter que lidar com a escalada de novidades. Afinal, é na área que surgem as maiores dúvidas e preocupações. Uma das principais: será que é possível conciliar o controle de ponto e o trabalho remoto? 

Como funciona o trabalho remoto

Em primeiro lugar, é importante entender como realmente funciona o trabalho remoto. Ele pode, ser, sim, feito de casa, mas muita gente trabalha remotamente ao se distanciar da sede da empresa. Um exemplo são os representantes comerciais, que viajam para vender e quase nunca estão na cidade-sede de sua organização.

Seja como for, vale lembrar que essa é uma modalidade benéfica. Primeiro, porque tira de um lugar físico a capacidade produtiva dos colaboradores; depois, porque, eventualmente, reduz custos. Com menor consumo de energia elétrica, água e hardwares, por exemplo, é possível diminuir os gastos. 

Com a estrutura empresarial funcionando a distância, algumas tarefas passam a ser mais ágeis e práticas. Afinal, estão escoradas em tecnologias de automação. Além disso, o estresse dos colaboradores pode diminuir significativamente, já que a equipe tem mais flexibilidade e liberdade em organizar suas tarefas, quando o processo é liderado corretamente.

Até aí, tudo bem. Mas e o controle de ponto? Como acompanhar o desenvolvimento da jornada de trabalho a partir do modelo remoto? 

É possível controlar as atividades e o ponto a distância?

Com as tecnologias disponíveis, controlar a jornada de trabalho a distância se tornou uma tarefa possível e prática. Para tal, é importante que os colaboradores tenham os horários bem estabelecidos, incluindo os intervalos de almoço e lanche. 

Para monitorar as atividades realizadas, é necessário que todos estejam cientes de suas responsabilidades. Também por isso, as normas precisam ser estabelecidas, mesmo no trabalho remoto.

Pode ser elaborado, por exemplo, um calendário que defina as atividades dos profissionais - e que exponha, também, as expectativas quanto às metas e resultados em home office. Assim, a partir de horários definidos, as horas extras também devem ser contabilizadas caso os profissionais ultrapassem a carga horária da jornada de trabalho.

Nesse caso, obviamente, eles têm o direito de receber por isso. Para que o controle ocorra da melhor forma, o departamento de Recursos Humanos deve acompanhar tudo de perto, monitorando as horas trabalhadas. 

Sendo assim... 

Utilize uma ferramenta de controle de ponto

Uma ferramenta de controle de ponto disponibiliza um sistema para que o colaborador possa registrá-lo. Dessa forma, o gestor acompanha a regularidade, bem como as inconsistências, garantindo que a carga horária esteja sendo cumprida e bem aproveitada.

Além disso, configurar as informações adicionais, regras de cálculo de horas extras e programar o período de trabalho e dias de folga tornam-se atividades mais solucionáveis, e de forma mais prática e rápida. 

São essas vantagens que a QRPOINT oferece com sua ferramenta de controle de ponto. 

Com ela, as informações são entregues ao RH em tempo real, através de um espelho de ponto que calcula automaticamente as horas trabalhadas e o saldo do banco de horas. 

Em prol da total transparência, tanto os gestores quanto os colaboradores podem ter acesso a esses dados. 

Com o controle de ponto automatizado e assertivo, o RH pode entender o excesso de horas extras de determinados colaboradores e, inclusive, reorganizar suas atividades, podendo dividi-las com outros profissionais, por exemplo. 

Para assegurar a segurança no registro de ponto, a QRPOINT também oferece a possibilidade de reconhecimento facial para rastreamento da jornada. Isso substitui a biometria, comum no relógio de ponto na sede da empresa. 

Viu? É possível aliar controle de ponto e trabalho remoto sem prejuízos. A boa notícia é que você pode testar todas essas funcionalidades gratuitamente. Basta clicar aqui e, finalmente, conciliar o controle de ponto e home office!

Tecnologia que poupa tempo e dinheiro para a sua empresa.

O que tá esperando? Comece a usar agora mesmo!