Quais os critérios para a promoção de um colaborador?

Funcionários motivados e produtivos podem ser sinais excelentes para indicar o momento de promoção para o colaborador. Saiba mais neste artigo.
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O avanço dos resultados da empresa, grande parte das vezes, indica que há funcionários motivados e agindo de modo produtivo em busca do sucesso da organização. Estes são sinais de performances excelentes que também podem indicar o momento de promoção para o colaborador.

Apesar de parecer um indício fácil de ser notado, na verdade, reconhecer o momento propício à promoção pode gerar dúvidas ao RH. E, por isso, precisa ser analisado visceralmente, garantindo a promoção à pessoa certa. 

Como saber quando promover o funcionário?

Entender o momento certo de conceder uma promoção exige a avaliação de critérios que evidenciem a performance de destaque, além de competências individuais para um cargo superior. Em linhas gerais, o funcionário precisa agregar valor à função, ter conhecimento técnico e, desejavelmente, postura de liderança. 

Para te ajudar a entender quando a promoção de um colaborador é pertinente, esmiuçamos alguns critérios que precisam ser analisados: 

Performance de destaque

O principal critério para a promoção de um colaborador é a sua performance individual. Evidentemente, vários funcionários se sairão bem nesse aspecto. Mas é comum ter aquele com mais destaque - e é essa performance enfática que garante maior produtividade e, consequentemente, aumento da receita.

Em determinadas áreas, a performance de destaque é uma característica mais fácil de ser percebida. Nas equipes de atendimento, por exemplo, por vezes, pode-se observar as pontuações que os próprios clientes dão ao atendimento do colaborador, além de dados de cumprimento de metas. Em outros casos, cabe ao líder analisar como o funcionário tem gerenciado seu tempo e os resultados de seu empenho.

Competência para o cargo

O RH, em consonância aos líderes, deve compreender e conhecer o perfil e as características dos colaboradores, identificando suas competências e aptidões para o cargo da promoção.

Outros pontos relevantes para serem investigados são a compatibilidade da formação acadêmica com a área pretendida, quando esse critério se aplicar; o tempo de experiência do colaborador nas atividades de um cargo também contam pontos a seu favor.

Trabalho em equipe

Se o colaborador será promovido a um cargo superior, de liderança, é preciso analisar como ele lida com as outras pessoas da sua equipe. Afinal, um bom líder não é aquele que apenas dá ordens. Mas aquele que se envolve com a equipe, inspirando e contribuindo com as atividades de todos.

Mais que isso, é aquele que traz a responsabilidade para si.

O colaborador pode ser um profissional competente para a nova função. Mas, se não souber se comunicar com seus pares de forma efetiva, não adianta colocá-lo como o líder do time. 

Presença frequente

Outro critério para a promoção de um colaborador é sua presença. Alguém que se atrasa constantemente, ou costuma sair mais cedo, sem atestar a causa ou se preocupar em atrasar o trabalho da equipe, tem menos chances de ser promovido. Um colaborador comprometido em estar presente está, na realidade, expondo sua disposição e capacidade de contribuir com o grupo. 

Para realizar a análise de presença com mais exatidão, utilize um software de controle de ponto.

E, por falar em usar a tecnologia... 

Como mensurar o desempenho e a presença do colaborador

Para a promoção do colaborador, mensurar o desempenho e analisar sua presença são critérios de destaque. Trata-se de uma investigação profunda e complexa - e utilizar a tecnologia no RH torna a análise mais prática e certeira. 

Um exemplo é o aplicativo de automação de registro de ponto, que facilita os processos de presença e fornece relatórios periódicos com métricas e indicadores. A ferramenta pode ser útil na avaliação do rendimento dos colaboradores, cruzando os dados de presença e produtividade individual. 

O aplicativo de registro de ponto que a QRPOINT desenvolveu permite ao RH o monitoramento de presença, bem como a análise de perfis e personalidades, de forma prática, favorecendo a produtividade do setor.

Para medir a presença e o nível de comprometimento do colaborador, o controle de ponto é eficaz, já que mostra exatamente os índices necessários para mensurar tais critérios.Para te ajudar nisso, separamos um modelo de folha de ponto bem organizado, perfeito para o registro da jornada de trabalho dos seus funcionários. Acesse aqui para baixá-lo, gratuitamente,  e melhorar esse controle, tão importante, ainda hoje.

Tecnologia que poupa tempo e dinheiro para a sua empresa.

O que tá esperando? Comece a usar agora mesmo!