Controle de ponto para professores: Guia completo

Saiba como produzir um controle de ponto para professores eficiente e moderno, capaz de gerenciar todos os profissionais sem erros.
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O controle de ponto é uma obrigatoriedade amparada pela legislação brasileira para qualquer instituição que empregue mais de 10 funcionários. Em organizações escolares ou educacionais, cumprir essa determinação é uma tarefa específica. A carga horária dos professores pode dificultar o fechamento da folha pelo RH.

Diferente da jornada de trabalho convencional, atribuída à maioria das profissões, rotina de um professor pode não ser fixa. É comum, por exemplo, que o docente lecione em mais de uma escola. Além disso, a lei permite que ele ministre aulas nos três turnos, desde que não exceda determinado número de aulas por dia. Essa diretriz pode apresentar variações de acordo com o sindicato de cada estado.

A rotina de um professor é exaustiva; requer muitas horas de comunicação verbal e em pé. Fora da escola, ainda é preciso preparar as aulas seguintes, corrigir provas e lançar notas.

Essas atividades, por mais que sejam realizadas em home office, demandam horas de trabalho. É importante que o método de controle de ponto seja flexível, mas não deixe de ser devidamente acompanhado, para atender às necessidades de ambas as partes: escola e do professor.

O que diz a lei?

No ano passado, tramitou no TST o caso de uma professora ligada à uma instituição curitibana de nível superior. A educadora solicitava ser remunerada por orientar e tirar dúvidas dos alunos durante o intervalo e após o fim das aulas. Inicialmente, o pedido foi indeferido pelo tribunal da 9ª Região.

A defesa da professora entrou com um pedido de recurso, alegando que a situação configurava tempo à disposição do empregador, e teve a causa ganha. Esse é mais um dos processos trabalhistas que poderia ter sido evitado com um controle de ponto eficaz.

Uma vez computadas as horas extras dedicadas aos alunos, a professora poderia ter recebido o devido pagamento junto ao salário do respectivo mês, sem necessidade de audiência. Para a instituição, também seria um transtorno menor se o pagamento adicional fosse identificado ao fechar a folha de ponto.

Inovação no controle de ponto de professores

A sala de aula se modernizou: aulas expositivas no quadro negro foram substituídas por apresentações em retroprojetores e o caderno está sendo cada vez mais substituído por registros no bloco de notas do celular.

Para beneficiar a dinâmica da própria instituição, é preciso repensar a logística de outros processos. Nesse intuito, imagine a sala dos professores no horário de início das aulas. Supondo que todos se organizem em fila para bater o ponto, os minutos gastos diariamente nessa função irão acumular, invariavelmente, um considerável atraso no fim do mês.

O melhor método para combater esse tipo de obstáculo é a tecnologia. Visando encontrar a solução, o software desenvolvido pela QRPOINT descomplica não só a rotina de registro de ponto dos professores como, também, auxilia ativamente o setor de RH. Afinal, o sistema traz muito mais facilidade no fechamento da folha, já que a jornada de cada profissional é calculada automaticamente.

A inovação ainda permite o registro de ponto através de um aplicativo e conta com o recurso de geolocalização. Essa funcionalidade possibilita a contabilidade da jornada de trabalho mesmo quando cumprida fora do estabelecimento, como no caso de algum trabalho de campo, por exemplo.

Além disso, obedece aos padrões legislativos estabelecidos, e é homologada pela portaria 373 do Ministério do Trabalho. Para testar gratuitamente essa ferramenta por 10 dias, clique aqui.

Caso prefira esclarecer alguma dúvida antes de iniciar o teste grátis, acesse este link, preencha o formulário e aguarde o contato de um dos nossos atendentes. Retornaremos o quanto antes para prestar todos os esclarecimentos necessários.

Tecnologia que poupa tempo e dinheiro para a sua empresa.

O que tá esperando? Comece a usar agora mesmo!