Como fazer o desenvolvimento de equipes em sua empresa: passo a passo

Veja aqui como fazer o desenvolvimento de equipes em sua empresa passo a passo e implemente mudanças positivas nas designações de trabalho.
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Se sua empresa quer gerar valor, melhorar a produtividade, manter seu time satisfeito e ainda ter relevância no mercado, a solução é investir no desenvolvimento de equipes. Pessoas engajadas e comprometidas são mais produtivas e garantem resultados mais condizentes com a cultura organizacional.

Nesse contexto, o desenvolvimento de equipes pode ter vários motivadores: aprimorar o trabalho em conjunto, integrar novos colaboradores na rotina da empresa, fazer com que o grupo esteja alinhado nas expectativas e metas... De modo geral, esse investimento pode aumentar a rentabilidade da empresa no longo prazo.

Antes de tudo, porém, vale lembrar que uma equipe não é formada apenas por pessoas diferentes e que realizam atividades distintas – embora essa seja a primeira definição que nos vem à mente. Uma equipe também é feita de profissionais que complementam suas competências e se reconhecem naquele ambiente, distinguindo os pontos fracos e fortes de cada um.

Em grupos de alta performance, o feedback do grupo é ainda mais importante do que as críticas individuais, já que o esforço do todo é que gera o resultado. Nesse cenário, o RH deve trabalhar para que as “fraquezas” de cada colaborador sejam melhoradas continuamente, se tornando forças para aprimorar os processos internos.

Passo a passo do desenvolvimento de equipes

Levando tudo isso em consideração, chegamos à conclusão de que o desenvolvimento de equipes, sendo considerado prioritário, é uma maneira de proporcionar aprendizado, potencializar as habilidades e aumentar a produtividade do grupo. Assim, quanto melhor for o trabalho do setor de gestão de pessoas, melhores serão os resultados.

Na prática, esse é um meio gradativo de instaurar melhorias. Assim, o trabalho do RH no desenvolvimento de equipes permite a capacitação do grupo na gestão da mudança, se tornando um facilitador de adaptações. Com isso é possível identificar e delimitar forças, limites e os objetivos em comum, para que todos estejam alinhados à conquista de uma só meta.

Quando esse processo é internalizado e aplicado na rotina corporativa, a empresa pode se beneficiar da seguinte forma: 

Melhoria da produção criativa

A exposição da equipe a novas experiências melhora a capacidade intelectual, estimula a criatividade e faz com que os membros do time comecem a pensar soluções de maneira mais ousada. O desenvolvimento, nesse ponto, evita o trivial – que é o que a concorrência pode estar fazendo.

Atenção às habilidades

Ninguém é bom em tudo o tempo todo, concorda? É por isso que o desenvolvimento de equipes é importante: essa atividade permite que cada pessoa se concentre naquilo em que é melhor. Contribuir com o grupo através das habilidades naturais a cada um de seus membros é uma forma de produzir mais e gerar menos conflito, tudo ao mesmo tempo.

Melhoria na comunicação

Para exercer uma atividade, espera-se que os membros de uma equipe utilizem suas habilidades para conseguir um bom resultado. Ao desenvolver o grupo, o alinhamento da comunicação torna isso ainda mais possível. Afinal, com todos se entendendo, cada um pode usar seu ponto forte para que o todo seja destacado.

Aumento de aprendizagem

A diversidade do grupo e a troca de experiências são itens que fazem parte do enriquecimento para o aprendizado. Dessa forma, quanto mais diversa e inclusiva for a equipe em questão, todo mundo aprende mais, ao mesmo tempo em que ensina.

Como desenvolver equipes de alto desempenho

O desenvolvimento de equipes é um ponto de atenção para qualquer tipo de empresa, e qualquer tamanho de equipe. Para que seja eficaz, tudo vai depender da essência do negócio. Por exemplo: em uma organização comercial, o RH pode direcionar seus esforços de desenvolvimento para os colaboradores da área de vendas. Já em uma mineração, equipes de projeto, engenharia e área econômica são fortalecidas com o trabalho de recursos humanos.

Os passos para melhorar o desempenho das equipes podem variar de empresa para empresa, mas existem alguns aspectos que são básicos na maioria das organizações. Vamos a eles:

Passo 1: implemente a política da transparência 

A transparência durante o processo de desenvolvimento de equipes é primordial para que as pessoas confiem no que está sendo proposto. Quanto mais honesta for a colocação das etapas, mais objetivo será o processo. 

Através de uma política de transparência as conexões geradas durante o desenvolvimento tendem a ser mais fortes e engajadas, com resultados mais eficientes. Os benefícios serão colhidos a médio e longo prazo.

Passo 2: estabeleça metas

Metas são objetivos que devem ser cumpridos em um período de tempo. Elas são estabelecidas individualmente, alinhadas ao cargo e competências dos funcionários. O conjunto dessas metas individuais têm que convergir para um objetivo comum a ser conquistado em equipe.

É por essa métrica que o colaborador vê a importância – e a responsabilidade – da sua participação na entrega dos resultados de equipe.

Passo 3: defina responsabilidades

Cada membro precisa ter as suas responsabilidades definidas pelo gestor logo no início do projeto, para que não hajam gargalos no futuro. Lembre-se que elas devem ser diferentes para cada pessoa, variando conforme o perfil e o cargo dos colaboradores.

O importante é que todos saibam, claramente, quais são suas responsabilidades para garantir o funcionamento da engrenagem.

Passo 4: estabeleça um plano de crescimento

Permanecer fazendo a mesma coisa durante anos pode ser desestimulante, principalmente para os colaboradores mais novos. Para eles, aceitar desafios e trabalhar pelo propósito são as chaves de uma carreira de sucesso.

Assim, um projeto de desenvolvimento de equipes sem um plano de crescimento a curto, médio e longo prazo pode afetar não só na (in)satisfação dos colaboradores, mas, também, no resultado da organização como um todo. 

Por isso,  a empresa deve construir um plano de cargos e salários que seja transparente, direto e claro. Assim, cada colaborador poderá saber exatamente o que deve fazer para ascender na organização e chegar à posição desejada.

Fazer o desenvolvimento de equipes não é tão complicado quanto parece – mas qualquer ajuda especialista é válida. Então, se quiser saber mais sobre assuntos relacionados à área recursos humanos, assine a newsletter da QRPOINT. 

E, se precisar de soluções que deixem seu RH ainda mais moderno e organizado, conte com a gente.

Tecnologia que poupa tempo e dinheiro para a sua empresa.

O que tá esperando? Comece a usar agora mesmo!