Aplicativo ou Relógio de Ponto: Qual o mais econômico?

Compare as diferentes opções no controle de jornada de trabalho dos colabores e veja qual a melhor opção.
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Quem empreende sabe que uma das maiores dificuldades das empresas no Brasil é enfrentar processos trabalhistas por inconsistências na jornada total de trabalho dos colaboradores. Esse obstáculo é real – mas a boa notícia é que ele pode ser eliminado a partir de um bom aplicativo ou relógio de ponto.

Fazer o controle da jornada de trabalho é uma necessidade para empresas com mais de dez funcionários – já que, por lei, o registro a essas corporações não é opcional. Por isso, é preciso disponibilizar, de forma assertiva para os colaboradores, um mecanismo eficiente para que esse controle seja feito.

Não há regras quanto ao modelo utilizado: ele pode ser tanto um aplicativo quanto um relógio de ponto. Mas qual deles, afinal, é a melhor solução?

É comum que o setor de Recursos Humanos tenha dúvidas ou dificuldades em escolher a ferramenta que melhor atenda à organização. Isso porque a escolha, no fim das contas, depende de algumas variáveis, tais como número de funcionários, fluxo de pessoas na entrada e saída do expediente, quantidade de áreas a serem registradas e preço das ferramentas, entre outros aspectos.

Por conta de tantos itens é que a decisão precisa ser bem pensada. Afinal, em muitas das vezes, um só relógio de ponto não atende eficientemente a demanda. Isso  prejudica não só o empregador, com a potencial ocorrência de inconsistências na folha, como também o empregado, que pode enfrentar filas na hora de marcar o ponto, gerando tumulto e insatisfação no ambiente.

Por isso, além da questão logística, o RH deve levar em consideração os fatores tecnológicos e econômicos, além da cultura corporativa. Essas resoluções são importantes para não investir em um produto que, em pouco tempo, pode estar obsoleto.

Para te ajudar na escolha, vamos destrinchar as principais características dessas formas de registro.

Relógio de ponto

O relógio de ponto é uma solução antiga para o controle da jornada de trabalho dos colaboradores. Os mais utilizados são o cartográfico e o eletrônico.

O relógio de ponto cartográfico funciona manualmente com o auxílio de um cartão de papel para registrar as entradas, saídas e as horas extras dos colaboradores. Esse mecanismo se destaca pela praticidade e baixo custo: o aparelho em questão custa cerca de 490 reais.

Contudo, por ser manual, a contabilização das horas no relógio de ponto cartográfico vai ser feita cartão por cartão. Isso toma tempo não só dos trabalhadores, que precisam, muitas vezes, esperar sua vez de bater o ponto, como também do setor de RH, que deve calcular, em uma planilha, as horas extras, faltas e atrasos.

Além disso, o funcionário não precisa se identificar no momento da marcação do ponto, aumentando as chances de enganar o sistema, já que um colaborador pode bater o ponto para outro.

Já o relógio de ponto eletrônico é informatizado, exigindo do empregado apenas o uso do cartão magnético ou da impressão digital para fazer o registro da hora. Ou seja: à medida que a jornada de trabalho é registrada no relógio, os dados são calculados automaticamente, por meio de um software, isentando o RH dessa responsabilidade.

O custo desse recurso é mais alto que o relógio cartográfico, que pode variar de 200 a 2.000 reais. Vale lembrar que, nessa modalidade, somente os produtos certificados pelo INMETRO e homologados pelo Ministério do Trabalho são confiáveis e atendem com qualidade as demandas das empresas.

Dependendo do tamanho da organização, adquirir mais de um relógio de ponto pode não ser tão favorável economicamente. Afinal, além do aparelho, é preciso arcar com os custos do plano para assistência técnica e troca de peças.

Registro de ponto via aplicativo

O uso do aplicativo para o registro de ponto é um salto em inovação para o controle da jornada dos colaboradores. Com ele, é possível marcar o ponto até mesmo de funcionários que estejam em serviço fora do escritório, como caminhoneiros, vendedores externos e consultores, entre outros.

Fazer esse controle pelo aplicativo é uma forma econômica e segura de delimitar as horas trabalhadas, dando tanto à empresa quanto ao colaborador a possibilidade de acompanhar os detalhes de suas jornadas.

Graças aos avanços tecnológicos, adquirir essa solução não é uma complicação a mais para a organização. Ao contrário, é uma facilidade.

A QRPOINT é um aplicativo que simplifica a rotina do RH, levando mais rapidez, transparência e acessibilidade dos dados dos empregados. Isso porque o sistema dá acesso em tempo real às informações, com cálculos automáticos das horas extras, banco de horas, atrasos e outras funcionalidades.

Ou seja, o gestor não precisa esperar até o final do mês para verificar as demandas do período. Com o QRPOINT é possível receber alertas sobre as atividades do negócio, chegada de relatórios e pedido de exportações de arquivos.

A marcação do ponto através de um aplicativo é muito rápida. Em menos de seis segundos a jornada é registrada com foto e geolocalização, utilizando um tablet na parede da empresa. Para os colaboradores externos, o ponto pode ser realizado via web, no celular ou computador – o que permite até mesmo o controle de horas trabalhadas na modalidade home office.

Além disso, o gestor consegue acompanhar os quadros – ou dashboards – de absenteísmo do dia, verificar quem está de férias e configurar as regras do banco de horas para atendimento às necessidades da empresa.

Uma das maiores vantagens do QRPOINT é que, com ele, o setor de Recursos Humanos obtém uma série de benefícios de controle por um custo baixo: começa em R$6,90 pessoa/mensal para empreendimentos com até 10 colaboradores. Esse valor diminui gradativamente para empresas com mais funcionários.

A desvantagem de qualquer recurso virtual é a possível falha de conexão com a internet, que pode dificultar o acesso aos dados.

Se você ainda tiver dúvidas sobre qual tipo de registro utilizar no seu controle de jornada de trabalho, entre opções como relógio de ponto ou aplicativo, vale lembrar que a tecnologia é o principal fator para diferenciar essas duas opções.

A longo prazo, os aplicativos se mostram mais baratos, seguros e confiáveis. Isso é inestimável para que a empresa se blinde de problemas futuros com processos trabalhistas.

Entre em contato com o QRPOINT e saiba mais sobre o aplicativo.

Tecnologia que poupa tempo e dinheiro para a sua empresa.

O que tá esperando? Comece a usar agora mesmo!