5 dicas para realizar um processo seletivo eficiente

O processo seletivo é a primeira etapa de um processo de contratação. Por meio dele é possível recrutar perfis competentes de profissionais que podem agregar à equipe e possibilitar crescimento empresarial.
Tempo estimado de leitura: 3 minutos

O processo seletivo é a primeira etapa de um processo de contratação. Por meio dele é possível recrutar perfis competentes de profissionais que podem agregar à equipe e possibilitar crescimento empresarial.

Quando realizado de forma correta, o processo seletivo eficiente evita vários problemas. Entre eles está a alta rotatividade de funcionários, desgaste da imagem da corporação e gastos desnecessários, já que cada chamamento demanda um investimento específico.

Uma boa seleção, independentemente da área de atuação a abrir vagas, é composta por várias etapas. No caso do processo seletivo, elas vão desde a divulgação da vaga até a análise do perfil dos candidatos e contratação. 

A grande questão é: como estruturar esse processo? 

Pensando nisso, separamos algumas dicas que irão te ajudar a realizar o procedimento de forma tranquila e eficiente.

Características do processo seletivo

O processo seletivo é um procedimento realizado para filtrar candidatos desejáveis para determinada vaga. Através dele, o RH consegue ter um parâmetro geral dos perfis disponíveis, a partir de informações geralmente compostas por currículo, análise comportamental e das competências exigidas pelo cargo.

Um processo seletivo eficiente pode ganhar forma a partir de diversos modelos. Os mais comuns englobam entrevistas, dinâmicas, rodas de conversas e até gamificação, para citar um exemplo ultramoderno de seleção. Cada um deles tem, como objetivo, conhecer melhor os candidatos para, assim, decidir quais se encaixam melhor não só nas vagas disponíveis, mas também na cultura organizacional.

Quando essa técnica é aplicada de maneira correta, além de contratar os colaboradores certos, a empresa constrói um ambiente agradável com a estruturação de equipes satisfeitas e eficientes.

Como realizar um processo seletivo eficiente?

Como você já deve ter notado, realizar um processo de recrutamento de funcionários tranquilo e eficaz pode colaborar com a empresa de inúmeras maneiras. 

Mas como fazer isso de forma eficiente?

Veja as 5 dicas da QRPOINT para realizar um processo seletivo da melhor forma possível:

1. Faça uma boa descrição do cargo

É essencial descrever o cargo de forma clara, a fim de que os candidatos tenham amplo conhecimento da vaga a ser preenchida. Com isso, as chances de que o processo todo seja mais organizado e eficaz são grandes.

Nessa etapa, é interessante desenvolver um desenho de cargo. Aqui, estamos falando de um processo que organiza o trabalho por meio das tarefas que são necessárias para exercer o cargo em questão.

Nesse plano, você pode incluir as principais tarefas de rotina que cabem à vaga, alguns conhecimentos e habilidades que ela demanda e a quem a pessoa escolhida para ela deve se dirigir. Com uma boa descrição do cargo, fica mais fácil encontrar perfis que, de fato, sejam adequados à oportunidade ofertada. 

2. Divulgue a vaga em aberto

Se, antes, um jornal balcão era o que tínhamos para divulgar e conhecer vagas, hoje a internet potencializou essa busca - facilitando o encontro para ambas as partes. Portanto, a segunda etapa do processo seletivo eficiente é planejar a divulgação da vaga em aberto.

É possível "espalhar a notícia" através de diversos canais, sejam eles focados ou não em divulgação de vagas de emprego. Geralmente, os mais utilizados são as redes sociais da organização e, em especial, o LinkedIn. Afinal, trata-se de uma rede social específica para fins empresariais.

Lembre-se de tornar seu anúncio atrativo para aumentar as chances de encontrar o perfil correto. 

3. Realize a análise dos currículos

Considerada uma das etapas mais importantes no recrutamento de pessoas, a análise de currículos pode ser utilizada como um processo de triagem. Vários currículos recebidos não se adequam à vaga e, por isso, essa avaliação precisa ser feita com muita atenção.

Além dos pré-requisitos da vaga e suas capacidades técnicas essenciais, durante a análise é interessante levar em consideração se os candidatos compactuam com a cultura da empresa, se estão realmente interessados e se são proativos e dinâmicos.

Feita a análise, o gestor de RH pode determinar quem é indicado a continuar no processo e, consequentemente, eliminar os que não são.

4. Faça entrevistas

Depois de tantas etapas, esse é o momento de ficar cara a cara com os candidatos que chegaram até aqui. É importante se esforçar para que a comunicação seja clara e direta, evitando ao máximo possíveis desentendimentos. 

É válido deixar o ambiente agradável para que o candidato se sinta à vontade. Lembre-se de ter o currículo dos entrevistados em mãos - e não deixe de fazer anotações ao decorrer da entrevista, caso julgue necessário. 

Por fim, esteja sempre disponível para responder às dúvidas do candidato e tenha a franqueza como o princípio norteador desse diálogo.

5. Analise o comportamento dos interessados 

Depois desse primeiro contato, é interessante conhecer os candidatos mais profundamente. Uma técnica excelente para tal é a análise de comportamento, procedimento que pode ser feito de várias formas.

Escolher o que mais se adequa à sua empresa, portanto, é fundamental.

Entre as opções mais eficientes se destacam as análises psicológicas, dinâmicas em grupo, testes de conhecimento e mapeamento de perfil. Pode acreditar: a análise comportamental pode ajudar a empresa a bater o martelo sobre quem de fato se encaixa no perfil da empresa e do cargo.

Realizar um processo seletivo eficiente reflete de forma positiva o valor profissional da empresa, evitando que a corporação lide com situações e gastos desnecessários. 

Para saber mais sobre gestão de pessoas, com um conteúdo rico e informações confiáveis, continue lendo os artigos no blog da QRPoint.

Tecnologia que poupa tempo e dinheiro para a sua empresa.

O que tá esperando? Comece a usar agora mesmo!